jump to navigation

Especulações de um Futuro Próximo 05/07/2009

Posted by Ágatha Guedes in Opinião e Bate Papo.
Tags: , ,
4 comments

chat1

Andei lendo no .20 que o Shingo, do Blog 42, tinha começado uma proposta interessante. No lugar de Memes infinitos, o Shingo sugeriu que os blogs desenvolvessem teorias a respeito do futuro do RPG, baseados em suas experiências e seus próprios pensamentos.

Relutei um pouco na hora de fazê-lo mas achei por bem tentar, uma vez que não me custaria nada.

Chamei o querido cabeludo que reside comigo para me ajudar (também conhecido como esposo). Entre um chute e outro, uma discussão e outra, acabávamos concordando com uma determinada opinião e passávamos para o Blog. Aqui está o resultado desses pensamentos. Portanto, este é um post em conjunto com o maridão. Aproveitem.

– Quais jogos você vê que surgirão atraindo um grande número de jogadores em um futuro próximo?

No Brasil é um pouco cedo pra especular. Aqui não existe o conceito de criação de expectativa de um produto, sabemos que um produto vai sair quando ele já está prestes a sair.
Eu não acredito no potencial de Tormenta para iniciar jogadores no RPG, portanto imagino que um novo lançamento do RPGQuest (caso haja) ou um suporte maior de M&M seja mais fácil acontecer.

M&M tem um desenvolvimento próprio e os jogadores parecem estar se dando bem. Se pudermos esperar uma estratégia de divulgação da Jambô como houve no EIRPG do ano passado, onde havia a grande cidade feita em papel para alguns grupos jogarem, imagino que M&M tenha um grande futuro pela frente.
No exterior, como a maioria, eu aposto em Pathfinder RPG.

– O quanto a tecnologia estará integrada com o RPG?

O Shingo disse uma coisa e eu só completo e corrijo (sob meu ponto de vista). Os jogadores não acham que PDF deve ser gratuito, na maioria das vezes ele é. Dificilmente um jogador de RPG vai pagar para um portal enviar um arquivo que ele pode baixar de forma muito mais simples, sem precisar ir no banco ou coisa parecida. Quando combatemos pirataria com CD’s nós temos a justificativa do produto possuir um encarte, uma qualidade melhor e muitas outras formas de citar vantagens do produto original. Quando combatemos pirataria com um produto exatamente idêntico ao outro, é dar murro em ponta de faca.

Vale lembrar que agora a internet está descobrindo o Twitter e não me espantaria se começassem a surgir os “PBT” (Play By Twitter) por aí afora. Essa seria uma das coisas que eu apostaria, caso pudesse apostar.

De resto, concordo com tudo que o Nume falou no post dele.

– Qual escritor da industria nós precisamos estar de olho?

Ano passado durante o EIRPG eu tive o prazer de conhecer o Danilo do Universo Germinante. Conversando ele liberou uma proposta de um livro que eles estão planejando para esse ano (se não me engano) e que tem tudo pra dar muito certo. Não sei se sai pela Daemon (acredito que sim) e espero que ela se recupere logo para poder dar ao livro a atenção que merece.

– Quais companhias nós devemos ficar de olho, pois lançarão o próximo grande produto do mercado?

Devir, pelo suporte ao D&D 4ed. e ao possível lançamento de GURPS. Embora a Jambô tenha planos para lançar Aventuras Fantásticas, eu não acho que isso irá aquecer o mercado ou atrair a atenção do público. Imagino que só jogadores antigos vão se interessar por essa série, mais pelo saudosismo do que pelo livro em si.

E a Daemon caso lance realmente o livro do qual não falei, do Universo Germinante.
– Quais blogs você vê que crescerão e se tornarão os próximos grandes?

Dados Cor de Rosa. Sem dúvida….
Er…brincadeira…Ainda falta muita coisa pra caminhar.

Eu vejo muitos blogs crescendo e se desenvolvendo. O .20, Área Cinza e o Lote do Betão são alguns que eu depositaria minhas fichas.

– O que você vê como o futuro da industria?

Crise… Brincadeira de novo. Aqui no Brasil eu vejo que a indústria precisa se atualizar rápido, estando entre o novo “hype” da indústria, que seria unir a internet ao RPG de Mesa. Embora eu ache que a Devir vá tentar isso (talvez trazendo o D&D Insider) a Jambô me parece muito mais capaz de sustentar um serviço de qualidade desse tipo. Talvez por atualização de regras por PDF, por aventuras oficiais traduzidas ou algo assim.

Bom, essa é a minha opinião sobre as respostas. Obrigada pela leitura e voltem sempre.

Anúncios